Fone: (16) 3301-0641

Memória: Juventude Constitucionalista

23 de maio, importante data para a democracia brasileira


O Memorial da Câmara Municipal, na semana em que comemoramos o Dia da Juventude Constitucionalista, 23 de maio, com a intenção de preservar o resgate histórico, disponibiliza o histórico Álbum Paulista, uma publicação da época, que traz ilustrações de emblemas, medalhas, distintivos, símbolos, selos, cartazes, capacetes, bandeiras e flâmulas, elaborados por ocasião da Revolução Paulista de 1932.

 

Acesse na íntegra: ÁLBUM PAULISTA

 

 

Recordando um pouco do contexto histórico: 

Esse álbum faz recordar a importante data para a democracia brasileira, 23 de maio de 1932, na capital paulista, há 88 anos. O país vivia sem uma Constituição, não havia Congresso Nacional, Assembleia Legislativa, nem Câmara Municipal e o povo pedia eleições e uma Constituição.

Naquele dia, manifestações aconteciam em frente ao Quartel General da Força Pública, quando alguns integrantes forçaram a porta da sede. Nesse momento, se escuta uma gritaria no meio da praça da República, com correria, raiva, brigas e gritos; o povo estava sendo atacado a tiros.

Os jovens estudantes Mario Martins de Almeida, Euclides Miragaia, Dráusio Marcondes de Sousa e Antônio Camargo de Andrade, durante a manifestação contra o governo de Getúlio Vargas, foram mortos num confronto com a polícia e ficaram conhecidos pela sigla M.M.D.C.. Houve um outro jovem estudante entre eles, Orlando de Oliveira Alvarenga, ferido no confronto, que faleceu meses depois e as iniciais de seu nome não compuseram a sigla. 

Esse episódio foi o início para a revolta paulista contra o governo, que estourou no dia 9 de Julho, se tornando o maior enfrentamento em nosso país no século XX, denominado Revolução Constitucionalista de 32.

 

Nota: Hoje esse monumento está localizado na Praça do Soldado Constitucionalista, na Avenida Bento de Abreu, em nossa cidade.

 

A morte dos estudantes e de muitos outros heróis nos campos de batalha, não foram em vão. Em 1934 e depois em 1946, o Governo Federal reconheceu a luta justa e promulgou a Constituição.

 

Fontes:




Outras Notícias

Fique por dentro


Memória: Bandeira de Araraquara

29 de maio de 2020

O Memorial da Câmara Municipal, na semana em que comemoramos o Dia da Bandeira de Araraquara, 30 de maio, com a intenção de preservar o resgate histórico, relembra um pouco da história do símbolo, apresentando suas origens e significados. A data foi instituída através da Lei Municipal nº 8703, em...


Memória: Museu Histórico

15 de maio de 2020

O Memorial da Câmara Municipal relembra que dia 18 de maio é o Dia Nacional dos Museus, mês em que se comemora em nosso município a Semana dos Museus. O primeiro museu no município é o Museu Histórico "Voluntários da Pátria".   Contexto histórico Foi na gestão do então prefeito Pereira Lima,...


Calendário municipal do mês: MAIO

01 de maio de 2020

A cidade de Araraquara tem datas comemorativas importantes para serem lembradas, pois homenageiam profissões, classes e assuntos relevantes. O Memorial da Câmara Municipal relembra essas datas:  Lei Data Descrição Autoria Data comemorativa   7036 0...


Memória: Álbum histórico de 1918 - Ferrovia Paulista

27 de abril de 2020

O Memorial da Câmara Municipal relembra no mês de abril o Álbum histórico de 1918, da Companhia Paulista de Estradas de Ferro, quando se comemora o Dia do Ferroviário e o Encontro de Ferromodelismo - memória e preservação da Ferrovia de Araraquara. Acesse na íntegra o Álbum histórico, através do...


Memória: 22 de abril, data do descobrimento do Brasil

22 de abril de 2020

O Memorial da Câmara Municipal lembra que hoje, 22 de abril, comemoramos o descobrimento do Brasil, e relembra da carta manuscrita de 520 anos atrás, endereçada ao rei de Portugal Dom Manuel, dando notícias da chegada da esquadra portuguesa e do descobrimento da Terra de Vera Cruz, hoje Brasil....


Memória: há 15 anos era denominada a Biblioteca da Câmara Municipal

09 de abril de 2020

O Memorial da Câmara Municipal relembra que, há 15 anos, em 13 de abril de 2005, por meio da Resolução nº 328, foi denominada Biblioteca Vereador Omar de Souza e Silva, a sala onde estava instalado o conjunto de obras jurídicas e afins da Casa de Leis. A solenidade porém somente aconteceu em 20...