SIGA-NOS:

Notícias



Fiscalização de empresas de energia elétrica é alvo de questionamento

Vereador Elias Chediek solicitou relatórios entregues ao Executivo pelas empresas


A Lei Municipal nº 8.743/2016 obriga empresas de distribuição de energia elétrica, telecomunicações e outros serviços que possuem infraestrutura de postes a utilizarem o espaço público de forma organizada e respeitando rigorosamente as normas técnicas. Por isso, após a morte de um motociclista que pode ter sido provocada por uma fiação solta, o vereador Elias Chediek (MDB) encaminhou o Requerimento nº 494/2020 à Prefeitura, solicitando informações sobre como é feita a fiscalização da referida lei.

O parlamentar requereu os relatórios mensais de 2020 constando todas as notificações realizadas junto às empresas, as denúncias feitas ao órgão regulador e a comprovação de protocolo dos documentos, já que as empresas têm obrigação de encaminhar tal documentação ao Executivo.

Além disso, Chediek perguntou como tem sido feita a fiscalização do cumprimento das obrigações impostas pela Lei nº 8.743/2016, de autoria da Prefeitura, mas de iniciativa do vereador, conforme Indicação nº 1530/2016, e qual a estrutura existente no que tange ao contingente de pessoal e de veículos.

Também foi questionado se há empresas multadas pelo descumprimento de normas e, em caso afirmativo, solicita a relação daquelas que foram penalizadas, juntamente com os valores aplicados. Vale ressaltar que cada multa equivale à 70 Unidades Fiscais Municipais (UFMs), ou seja, R$ 4.037,60.

“O compartilhamento de postes não deve comprometer a segurança de pessoas e instalações. É obrigação das empresas a retirada de fios inutilizados nos postes, como forma de reduzir os riscos de acidentes. O que aconteceu no último dia 17 com o jovem de 23 anos não pode se repetir. Por isso, precisamos saber como anda a fiscalização desse serviço”, concluiu Chediek.


Outras Notícias

Fique por dentro

Com pandemia, arrecadação municipal cai no 1º quadrimestre do ano

29 de maio de 2020

Na tarde desta sexta-feira (28), ocorreu, no Plenário da Câmara Municipal, a Audiência Pública de Prestação de Contas de diversos órgãos da administração municipal relativa ao primeiro quadrimestre...



Banco de Lajes de Arenito da Formação Botucatu é instituído no município

29 de maio de 2020

Em 2019, foi aprovada a Lei nº 9.503/2019 que define o procedimento de remoção, reforma, descarte e outras obras envolvendo calçadas revestidas de lajes de arenito da Formação Botucatu: as “calçada...



Requerimento homenageia os 120 anos da Fiocruz

29 de maio de 2020

O vereador Jéferson Yashuda (PSDB) apresentou o Requerimento nº 510/2020, em homenagem aos 120 anos da Fundação Osvaldo Cruz (Fiocruz), completados dia 25 de maio.  O parlamentar destaca que “no mo...



Contrato com agência de propaganda é questionado junto ao Executivo

29 de maio de 2020

O vereador Elias Chediek (MDB) encaminhou, na quinta-feira (28), o Requerimento nº 529/2020 ao Executivo, questionando o contrato celebrado entre a Prefeitura e a empresa Eurofort Comunicação Eirel...



Pit stop do Colégio Progresso

29 de maio de 2020

Neste sábado (30), o Colégio Progresso realiza campanha de arrecadação de alimentos não perecíveis e produtos de higiene e limpeza, em sistema drive-thru, na portaria da Avenida Portugal, das 8 às...



A Covid e o Direito

29 de maio de 2020

O Centro Jurídico Social (CJS) do campus de Franca da Universidade Paulista (Unesp) elaborou uma publicação que reúne orientações jurídicas relacionadas à Covid-19. Destinada ao público em geral, a...