SIGA-NOS:

Notícias



Memória: Biografia do ex-servidor público municipal Euripes Ancelmo

O Memorial da Câmara presta uma homenagem, relembrando um pouco da trajetória de vida do servidor público que ficou por 61 anos no Poder Legislativo araraquarense

Publicado por: Silvia Gustavo


Biografia

Euripes Ancelmo nasceu em 6 de abril de 1929, no Distrito de Silvania, Matão/SP, filho de José Cezarino Ancelmo e Angelina Pianisola Ancelmo.

De família numerosa, cresceu ao lado dos irmãos Ercilia, Maria Lourdes, Guiomar, Carlos, Werthe e Maria Teresa.

Mudou-se com a família aos 6 anos de idade para a cidade de Araraquara, e aqui realizou seus estudos primários. 

Ficou órfão muito cedo de pai e ainda jovenzinho, aos 13 anos, iniciou sua vida profissional no Cartório do Registro de Imóveis e Anexos da 1ª Circunscrição. Posteriormente, aos 16 anos, foi admitido na Prefeitura Municipal, exercendo a função de escriturário.

Euripes, aos 18 anos, funcionário dedicado e dinâmico, foi convidado, pelo então Prefeito Doutor Cândido de Barros, para prestar serviços ao Poder Legislativo araraquarense e tomar as providências preliminares para instalar a 1ª Legislatura, após o resultado das eleições com o voto popular, em novembro de 1947.

Contexto histórico: Em Araraquara, como em todos os lugares após a Revolução de 1930, a Câmara de Vereadores havia sido dissolvida, e somente com a promulgação da Constituição Federal de 1946 é que houve a realização de eleições no país, no final de 1947. A Prefeitura Municipal, nessa época, ocupava o prédio da atual sede da Câmara Municipal e, após os resultados das eleições, destinou parte do piso superior do prédio (atual plenário) para abrigar os 31 vereadores eleitos, convivendo, portanto, Prefeitura e Câmara no mesmo espaço, a partir de 1º de janeiro de 1948.

Euripes incumbido das atribuições que lhe foram designadas, servidor laborioso e cortês, participou da Sessão de Instalação no dia 1º de janeiro de 1948, assinando, em conjunto com vereadores e demais autoridades presentes, a ata dessa sessão, conforme podermos ver na íntegra da Ata de Instalação 1948.

Sempre atento e estudioso, encaminhava para apreciação dos vereadores todas as matérias que chegavam nesta Casa de Leis, preocupado para que tudo saísse corretamente. No fim do primeiro ano da 1ª Legislatura, passou a trabalhar definitivamente para a Câmara Municipal de Araraquara.

Nas legislaturas seguintes, muitas coisas mudaram no funcionamento da Câmara Municipal, com o aperfeiçoamento de equipamentos e dos trabalhos administrativos e legislativos, sempre sob o olhar atento de Euripes.

Nos anos de 1960 houve a separação física entre a Câmara Municipal e Prefeitura, sendo que o Poder Legislativo transferiu-se para o prédio da Praça Pedro de Toledo (atual Museu Histórico).