Relembre as mulheres homenageadas: Prêmio "Heleieth Saffioti – Mulher Destaque"

Heleieth

Heleieth Iara Bongiovani Saffioti (1934-2010) – Socióloga, professora, escritora e pensadora feminista, por unir a militância política com produção acadêmica, tornou-se uma referência no movimento feminista. Acesse a biografia na íntegra aqui.

 

A Premiação

O Decreto Legislativo nº 752, de 30 de março de 2011, de autoria da Mesa Diretora da Câmara Municipal de Araraquara, institui o Prêmio "Heleieth Saffioti - Mulher Destaque” mediante a escolha pela maioria dos integrantes do Conselho Municipal dos Direitos das Mulheres de Araraquara, dentre as indicações enviadas a esta Casa de Leis. A premiação é para homenagear mulheres que tenham se destacado profissionalmente e/ou prestado relevantes trabalhos na área social, com o objetivo de valorizar a mulher no contexto da cidadania. A entrega do prêmio é feita em Sessão Solene, preferencialmente em Março, por ocasião do mês que celebra o Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia 8 de março.

 

Homenageadas

1º Prêmio Heleieth Saffioti – Mulher Destaque foi concedido à professora doutora Clara Pechmann Mendonça - Ato nº 11/2012, que foi reconhecida por se destacar na área acadêmica, construiu sua trajetória profissional e social nos campos da saúde, educação e pesquisa em Araraquara. Cooperou na Campanha Estadual de Erradicação da Malária entre os anos de 1950 a 1973. Também exerceu chefia nos laboratórios de análises clínicas da Santa Casa de Misericórdia de Araraquara e do antigo Hospital da Beneficência Portuguesa de Araraquara. Fundadora do Gaspa, destacou-se, principalmente, por sua atuação no auxílio aos portadores de HIV, assim como no combate e na prevenção da doença. Em 1997, recebeu da Câmara Municipal a honraria Diploma de Honra ao Mérito e, em 2002, o título de Cidadã Araraquarense.



2º Prêmio Heleieth Saffioti – Mulher Destaque foi concedido à professora doutora Leiko Wakimoto Hanai - Ato nº 33/2013, que foi reconhecida pela trajetória acadêmica e defensora da cultura nipônica em Araraquara. Desenvolveu atividades de voluntariado na Casa da Amizade dos Rotarys Oeste e Carmo, foi diretora cultural da Associação Nipo-Brasileira de Araraquara, coordenadora do grupo das laboriosas formado por mulheres que desenvolvem trabalhos manuais que são usados como brindes para o bazar beneficente do clube cuja renda é doada a entidades da cidade. Undokai (competição esportiva), Keirokai (festa em homenagem aos idosos), noite do Sukiaki, bingos beneficentes, aulas de Taiko, Tabanabata Matsuri são algumas das atividades fruto do seu trabalho como gestora cultural e preservadora da cultura nipônica. Em 2008, recebeu da Câmara Municipal a honraria de Cidadã Araraquarense e, no ano seguinte, tornou-se membro do Conselho do Fundo Social da Prefeitura do município de Araraquara.



3º Prêmio Heleieth Saffioti – Mulher Destaque foi concedido à senhora Maria Lucia de Oliveira Gil - Ato nº 23/2014, que foi reconhecida pelo trabalho voluntário na entidade Amor Exigente há 20 anos e coordenadora regional de mais de dez grupos de auto e mútua ajuda. O Amor Exigente é um programa que desenvolve preceitos para a organização da família através da espiritualidade e com a ajuda de seus voluntários. Atua há 30 anos no apoio e orientação aos familiares de dependentes químicos e também para pessoas com comportamento inadequado, sendo seu foco principal desestimular a experimentação, o uso e o abuso do tabaco, do álcool e de outras drogas, assim como a luta contra tudo o que torna os jovens vulneráveis, expostos à violência, ao crime, aos acidentes de trânsito e à corrupção em todas as suas formas. A unidade do Amor Exigente de Araraquara faz aproximadamente 120 atendimentos por semana e já efetuou, nesses 20 anos, aproximadamente 100 mil atendimentos em nossa cidade. Em 2014, também recebeu da Câmara Municipal a honraria de Cidadã Araraquarense.



4º Prêmio Heleieth Saffioti – Mulher Destaque foi concedido à senhora Silvia Paula Vendramin Brunetti - Ato nº 14/2015, que foi homenageada pelo seu trabalho à frente de diversos departamentos da municipalidade, sua dedicação e apoio para a implantação de inúmeros projetos, principalmente no que tange a melhoria na qualidade de vida das crianças. Servidora de carreira em Araraquara desde 1987, iniciou sua carreira na área da Educação desenvolvendo atividades com a equipe multiprofissional para a elaboração e implementação do Plano Municipal de Educação. Desempenhou várias atividades voluntárias: participação como fundadora do Grupo de Apoio ao Menor de Araraquara, membro do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (Comcriar), apoio técnico no Centro de Promoção Educacional e Social na Comunidade (Ceproesc), participação no Conselho Municipal de Entorpecentes (Comen), representante de pais e alunos no Conselho Municipal de Alimentação Escolar de Araraquara (Comae), membro de comissão na Agência de Desenvolvimento de Araraquara (Ada), conselheira no Conselho Estadual dos Direitos da Criança e do Adolescente (Condeca/SP), participação como fundadora do Instituto Nacional de Prevenção e Erradicação do Trabalho Infantil (Inpeti), entre outros.



5º Prêmio Heleieth Saffioti – Mulher Destaque foi concedido à senhora Maria Helena Rolfsen Moda Francisco Barbieri, conhecida por “Zi Barbieri” - Ato nº 12/2016, que foi homenageada pelo empenho e dedicação que exerceu suas atividades. Foi presidente do Fundo Social de Solidariedade do município, realizou diversos trabalhos, como a introdução dos cursos de Construção Civil, Padaria Artesanal, Horta Comunitária, Escola da Moda, Escola do Serralheiro, instalações de academias para a terceira idade e promoção dos Jogos Municipais do Idosos, entre outras atividades. Destaque especial são as campanhas do agasalho que abriram novas perspectivas com o conceito de “Roupa boa a gente doa”, com ênfase na qualidade da peça doada e não na quantidade.



6º Prêmio Heleieth Saffioti – Mulher Destaque foi concedido à senhora Maria da Conceição Costa, conhecida por “Irmã Edith Costa” - Ato nº 42/2017, que foi homenageada por seu intenso trabalho em prol da alfabetização de crianças e adultos na cidade. Com seis anos, sentiu sua vocação religiosa. Aos 17 anos, entrou para o convento em Araraquara e em 1952 recebeu o hábito religioso e o nome Irmã Edith Costa. Conhecida e admirada por seu intenso trabalho ao longo de 59 anos em transformar vidas, pioneira do Projeto de Educação para Adultos e Jovens de Araraquara (Proeaja), criado por ela em 1999, tendo como objetivo erradicar o analfabetismo no município de Araraquara.



7º Prêmio Heleieth Saffioti – Mulher Destaque foi concedido à senhora Helena Francisco da Silva, conhecida como “Helena da Acácia” - Ato nº 06/2018, que foi reconhecida pelo exemplo de luta, liderança e trabalho intenso em prol da construção de cidadania de pessoas que nunca foram reconhecidas. Fundadora da Cooperativa Acácia, trabalha com cooperados, sendo na maioria mulheres, arrimos de família, que sustentam seus filhos pequenos. Desenvolve o trabalho na formação da consciência da população quanto à necessidade de separação do lixo doméstico, na redução da produção do lixo, no resgate de pessoas e famílias em situação de vulnerabilidade, na geração de emprego e renda com a separação da reciclagem. Em 2012, também recebeu da Câmara Municipal a honraria de Cidadã Araraquarense.



8º Prêmio Heleieth Saffioti – Mulher Destaque foi concedido à socióloga Dulce Consuelo Andreatta Whitaker - Ato nº 03/2019, que foi reconhecida por prestar relevantes serviços nos movimentos sociais da cidade em defesa dos direitos humanos e em especial dos mais frágeis, pelo exemplo de amor democrático ao próximo, por valorizar a mulher no contexto da cidadania. Na área acadêmica, é uma socióloga brasileira que está entre as maiores intelectuais da história da sociologia rural brasileira, atuou junto com a própria Heleieth Saffioti e escreveu um livro com a temática de gênero, intitulado "Homem e Mulher e o Mito da Desigualdade". Foi homenageada pela Câmara Municipal de Araraquara com as honrarias de Cidadã Benemérita e Cidadã Araraquarense.



9º Prêmio Heleieth Saffioti – Mulher Destaque foi concedido à socióloga Vera Lúcia Silveira Botta Ferrante - Ato nº 04/2020, que foi reconhecida por se destacar na área acadêmica com os temas de assentamentos rurais, reforma agrária, políticas públicas e lutas sociais. Discutiu questões de gênero ao olhar para as mulheres do campo e, junto à Heleieth Saffiotti e outras parcerias, desenvolveu os primeiros trabalhos acadêmicos sobre as desigualdades entre homens e mulheres nos assentamentos rurais. No viés político, foi a primeira vereadora do Partido dos Trabalhadores a ser eleita na Câmara Municipal de Araraquara, participou das 11ª e 13ª legislaturas. 

A premiação ainda não foi entregue.

 

10º Prêmio Heleieth Saffioti – Mulher Destaque foi concedido à senhora Eliana Aparecida Mori Honain - Ato nº 05/2021, que foi reconhecida por sua dedicação na área da saúde e defensora do Sistema Único de Saúde (SUS). Servidora de carreira em Araraquara há mais de 30 anos, assumiu a Secretaria Municipal de Saúde desde 2017. Enfrentou uma das piores epidemias de dengue da cidade e também, em 2020, esteve à frente no enfrentamento à pandemia do Coronavírus (Covid-19), tornando Araraquara uma referência nacional no combate à doença.



11º Prêmio Heleieth Saffioti – Mulher Destaque foi concedido à professora doutora Grasiela Lima - Ato nº 05/2022, que foi reconhecida pelo destaque na área acadêmica e pelo histórico trabalho voltado à questão de gênero e luta pelos direitos das mulheres em Araraquara. Uma das coordenadoras do estado das Promotora Legais Popular (PLPs), o projeto que tem como objetivo empoderar as mulheres através de um curso de capacitação em direitos e cidadania através de conhecimentos, informações, afeto, empatia e coragem.  Também é uma das lideranças a do coletivo Bennu, que tem como propósito escutar, orientar, dar conselhos e auxiliar outras mulheres a ter acesso à justiça e aos serviços que devem ser procurados quando sofrem algum tipo de violação de seus direitos. 



12º Prêmio Heleieth Saffioti - Mulher Destaque será concedido à senhora Ana Maria Silva - Ato nº 05/2023, indicada respectivamente pela Acácia e pela Coordenadoria de Políticas Étnico-Raciais. Ana Maria é formada em Serviço Social, atualmente trabalha como Assistente Social na Casa Betânia. É reconhecida por ser grande incentivadora e orientadora de mulheres na conquista e aquisição da casa própria, além de ser referência para jovens negras, aconselhando nos estudos e na formação profissional.